materia tecnlogia - Como pequenas empresas têm se beneficiado das tecnologias em nuvem
Cloud Tecnologia

Como pequenas empresas têm se beneficiado das tecnologias em nuvem

O desenvolvimento e a popularização das tecnologias em nuvem certamente têm beneficiado o panorama corporativo/financeiro de forma bastante geral.

Entretanto, talvez o mais notável seja mesmo como as ferramentas e o repositório de dados virtual da atualidade conseguiram alavancar consideravelmente os negócios das empresas de pequeno porte.

Companhias, antes fortemente calcadas em suas infraestruturas físicas, têm encontrado alicerces virtuais capazes de fazê-las ganhar esferas competitivas nacionais e globais de forma acelerada e relativamente barata – tudo potencializado pelos avanços constantes de tecnologias em nuvem promovidos por empresas como Amazon, Google e Microsoft.

Algo que vai do público ao privado, sem dúvida. Conforme apontou o presidente da Xero, Russ Fujioka, em coluna postada no site Inc., os benefícios de segurança, rapidez e comodidade da nuvem tem acenado também às instituições estatais. O governador do estado do Arizona (EUA), de fato, pretende institucionalizar a utilização dos ambientes virtuais em agências públicas – que seriam, então, obrigadas a manter seus recursos de TI salvos em nuvem.

Derrubando fronteiras

Assim como a internet diluiu fronteiras culturais e mercadológicas ao longo das últimas décadas, a nuvem, também tem mostrado, nos dias atuais, que o lastro físico de empresas e instituições pode valer cada vez menos em um ambiente eminentemente virtual. Em direção ascendente, há novas oportunidades de negócios em áreas antes relativamente isoladas.

“Assim como a explosão do ‘ponto com’ revolucionou a facilidade com que empreendedores conseguem estabelecer seus negócios, a computação em nuvem busca transformar a forma como esses negócios são tocados – de uma forma eficiente, segura e de baixo custo”, diz Fujioka em sua coluna.

De acordo com o executivo, essas novas possibilidade têm se apresentado graças à onipresença atual da nuvem, cujo funcionamento se encontra fortemente ligado à rapidez das conexões empresarias de banda larga. Em países como os EUA, por exemplo, há provedoras de internet com velocidades de download que se aproximam de 1 gigabit por segundo – fronteira que deve ser ultrapassada em breve com um novo pacote da AT&T.

“Em 10 anos, tudo será nuvem”

No que se refere ao estabelecimento definitivo da nuvem como infraestrutura corporativa, o diretor executivo da Xero, Rod Drury, arrisca até mesmo uma previsão. “Nós estamos prevendo que haverá mais inovação ao longo dos próximos três anos do que durante os últimos dez anos”, disse Drury na referida coluna. “A visão de um negócio realmente conectado não apenas é possível agora, como as fundações já estão todas prontas”.

Mas isso não ocorre apenas pela praticidade inegável da interconexão provida pela nuvem. Na grande parte das inovações transformadas em status quo no meio corporativo se tornam cada vez mais uma exclusividade dos ambientes virtuais, conforme aponta Fujioka em seu texto.

“Para companhias como a nossa, que nasceram na nuvem, é possível instalar rapidamente novas tecnologias avançadas de dados, como a IA [inteligência artificial], como ferramentas analíticas e de automação dentro do nosso produto exclusivamente projetado para nuvem – impulsionando uma nova onda de inovações para pequenos negócios”.

A nuvem no dia a dia corporativo

Trata-se de uma forma rápida e fácil de conduzir atualizações, incorporando versões atuais e sempre a última palavra em soluções de segurança, além de possibilitar o acesso ao negócio de praticamente qualquer lugar.

“Como um consultor de pequenos negócios, eu certamente vejo uma tendência em direção à utilização em larga escala da nuvem, dentro das atividades diárias das empresas”, disse o contador do Arizona (EUA), Chris Morris, também mencionado na referida coluna para a Inc. Trata-se de uma opção natural por conveniência.

Para Morris, a simplicidade de simplesmente enviar um link a um cliente e receber uma assinatura digital em troca deve facilmente sobrepujar os métodos anacrônicos envolvendo correspondências ou mesmo o Fax. “Donos de pequenos negócios estão mais atarefados dos que nunca e não têm mais tempo suficiente para esperar que coisas aconteçam”, conclui ele.

Fonte: Corporate CanalTech

Agility Solutions
A Agility Solutions acredita que, com disciplina, planejamento e conhecimento é possível administrar positivamente qualquer projeto.
http://www.agilitysolutions.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *